24
Out 13

Um percurso cheio de alegria!

Fotos do Xertelo

publicado por Vamos Ali às 11:33

23
Out 13

1.º A senda começou logo no reconhecimento e na igreja de partida que se revelou errada
depois de percorridos alguns quilómetros peregrinamente, quase como quem leva a(o)
noiva(o) para casamento na igreja errada, o que nem é o pior, pior do que isso é levar a noiva,
ou o noivo, errada(o).

 2.º Depois de encontrar a igreja certa o reconhecimento do trilho recomeçou no alto do
Fortificado da Cividade datada da Idade do Ferro e no encalce do caminho e de querer
atalhar verificou-se que a sinalização não está assim tão bem feita em entroncamentos ou
cruzamentos mal sinalizados e seguia-se por aqueles que se julgava ser os mais indicados,
sendo verificados à posterior que afinal eram os errados e certos os menos conformes.
Quase como com aquelas pessoas que se julga nada terem a ver connosco, ou com alguém
que se queira equiparar, tanto a nível físico, psicológico, etário, social, etc. e afinal têm, em
detrimento dos escolhidos julgados equiparados e que se revelam totalmente dispares.

3.º A agradecer à chuva pela bênção divina e que mais epopeia trouxe a uma trilhada menos
banal, tornando o mais fácil difícil para não ser reconhecido logo à primeira, assim como as
coisas boas que se querem repetir.

4.º Com o reconhecimento feito chegou o dia da caminhada, equiparada ao casamento, no
início tudo banalizado e um pouco abençoado pela chuva. Mais adiante a bênção chuvosa
quis complicar o percurso engrossando o ribeiro e impedindo a passagem a pé. Uma pequena
ponte foi levada pela água e teve-se de adentrar pela floresta dentro na cata de uma
passagem para a outra margem que se não revelou fácil devido à vegetação quase amazónica
e à correnteza das águas que nos obrigou a descalçar as botas e atravessar as águas rebeldes,
mas deu luta e gozo. Em similitude, poder-se-ia dizer que depois da boda enfadonha seguem-
se as núpcias.

5.º Atravessado o riacho e encontrado o trilho foi só caminhar para o terminar no ponto de
partida, seguiu-se o trilho com aquela calma de quem já conhece o destino e só se engana por
que quer, ou então quer sair do caminho que supostamente julgava quer trilhar.

Quebra-nozes


Participantes:
Charca, Xertelo, Messe, Quebra-nozes

publicado por Vamos Ali às 09:12

Segue-nos no

subscrever feeds
pesquisar