20
Mai 13

A Boneca e o Douro

Reunido o grupo, mochilas às costas, partimos os 6 à descoberta da Boneca.  A subida começou desde logo, sempre com o Douro nas nossas costas entramos na verdadeira Serra. O nosso objectivo era chegarmos ao parque eólico. Depois de baixarmos ao rio Mau e o atravessarmos (sem necessidade de tirar as botas) foi sempre a subir até às antenas.

O sol ora brilhava ora escondia-se por detrás de uma nuvem. Ainda a alguns metros das antenas o vento aumenta e começa a chover forte. Foi apenas um aguaceiro, rápido secamos, e depois de nos abrigarmos junto a uma antena e comermos algo ainda subimos mais um pouco até ao marco geodésico. Resolvemos encurtar aí a nosso trilho pois o tempo não estava muito seguro. Começamos a nossa descida sempre por trilho até Sebolido. Paramos num pequeno areal junto ao rio Douro onde lanchamos e contemplamos o Rio. Ainda houve tempo para um pequeno concurso de atirar pedras para o rio.

A primavera estava no seu esplendor, predominava o amarelo das giestas (ou “maias”) e algum azul das alfazemas.

Ficou a vontade de lá voltar e explorar outros locais desta Serra.

 

Dados da caminhada

Distância percorrida – 16,2 km

Desnível acumulado – 927m

Declive médio - 10%

Declive máximo – 40%

 

Participantes – Trilobite, Nevão, Quebra-nozes, Rocas, Picos e Europa

Fotos e texto do Picos&Europa

publicado por Vamos Ali às 08:51

Segue-nos no

subscrever feeds
pesquisar