27
Jun 11
Preparação para os Pirenéus (Parte 2/2)
Continua a descrição do Barba:

A pedido inçistente do prof ( mui kuska) bou kontinuar a relatar a epopeia do dia çeguinte:

 
Akordamos por bolta das 6,30 e kuando olharam pra mim fui albo de uma rizota tremenda por kauza do meu aspecto vastante anárkiko mas todo pra frentex.
komo debem kalkular amuei komo uma krianssa.
Os maxos foram berifikar se os gajos tinham apanhado os gamvosinos enkuanto as madames preparabam o café au lait.
Ñ bimos rigorozamente nada do ke os gajos andaram a faser.
Desmontamos tenda preparamos vagagem fizemos bistoria ao lokal e rumamos diretamente pra o Piornal ponto + auto da kaminada kom os seus 1755m.
Aí tibemos bistas favulozas pra a Fraga do Vale Mourisco e Espinhaço do Cão e a nossos pés ñ bizibeis o Ribeiro da Candieira.
A leste tinhamos a España ainda meio adormecida pela néboa instalada.
Tiramos as fotos ainda mui çorridentes e abanssamos pra a próchima etapa o Vale da Barca paçando pelo Azimbre e kontornando o Gorgolhão.
Apanhamos outra autoestrada ke nos lebaria ao Vale do Conde e a kamiño recevemos 1ma informassão do prof ke agora ía komessar a parte radikal.
Xegamos à repreza instalada no Vale do Conde onde restauramos as pekenas forssas ainda esistentes e preparamo-nos pra o pior.
Abanssamos xeios de resseios pé ante pé ckontornando o Cerro Rebolado pelo nasssente e desssemos por aí avaicho e kuando demos por ela estabamos noutra autoestrada. O pior já tinha paçado.
Ingatamos a belossidade de Kruseiro e fomos até à Barragem do Lagoacho kom aprobeitamento idroeletriko. Aki tibemos a bisita aos noços olhos Sabugueiro aos noços pés tão perto e ao mesmo tempo ainda tão lonje.
Berifikamos a H2O existente fisemos redistrivuissão retemperamos forssas e kaminhamos pra última etapa.
Atrabeçamos a Barragem çaltamos um obstákulo e entramos nobamente (kusta a diser) autoestrada (SOFT A DISER XEGA)
Xegamos ao desbio ke nos ia lebar à Ribeira do Covão do Urso.
Enkontramos as mariolas pra desssida porke estaba tudo desmatado o ke nos poçivilitou rápida desssida nos 1ºs 50 m.
Depois komessamos a racionar a água e tibemos de faser inúmeras paragens pra kompeçar e çe kalhar já kom miragens nos olhos  fis um mergulho espetakular (aprobeitei pra faser a mijiña da ordem) e aterrei num autentiko kolxão de espuma 5*****. experienssia intereçante ke kero repetir + xs.
Xegamos à Ribeira, outra bes autoestrada e aki xim tibemos a noça 1ª falha imperdoàbel (é o ke dá andar em belossidade de kruseiro). Biramos à eskerda talbez proke agora bamos gramar os da direita (o ke bale é à bez kada um) e paçamos a saída à direita.
Fisemos então uma manovra perigosa à retaguarda e apanhamos o noçe kerido trilho até Sabugueiro onde mergulhamos a tola numa H2O imprópria pra Konsumo, çem H2O nos Kantis.
E terminou esta epopeia toda SOFT rumando ao POOOOOOORTO ñ eskessendo da parajem obrigatória pra mia preta.
Desde já o mui obrigado a todos os participantes ( CASTOR, AVELÃ e GIRAFA) pela vossa colaboração e por aturarem as perrices e teimosias deste belhiño.
   
"A realidade e a fantasia muitas vezes se confundem"
 
Participantes: Giraf@na,Castor, Avelã e Barba (Belhinho)
Dados GPS : VER
e FOMOS ALI…
publicado por Vamos Ali às 09:00

26
Jun 11
Preparação para os Pirenéus
Abaixo fica a descrição do Barba:
Uma das bárias deskrissões poçibeis da kamiñada pela bista do belhiño (têm ke faser a pontuassão)
 
Xegamos a Sabugueiro po bolta das 9,30 e arrankamos às 10 + bolta - bolta sobre um tempo lindíçimo.
No início do trilho enkontamos uma jobem ke olhou pra noz e lá pençou pra seus votões "bem estes tarekos pra çerra" e nem pençou duas beses e mandou-nos pra estrada em dirressão a Rossim.
Noz fortes olhamos pra um karreiro e diçemos é pra ki e ela atenssão ke bão enkontrar umas erbinhas e sujam-se todos.
De sertesa que olhou pra mia kamiza e berifikou ke faltaba a grabata.
Lá fomos kantando e rindo atrabessamos um afluente da Ribeira da Várzea e komessamos a lebantar mais os joelhos.
De repente o séu eskuresseu porke uma nubem negra tapou os raios çolares e aí kuase ke tinhamos ke usar os frontais porke çe andabamos 2 metros ñ biamos uns aos outros.
Já estábamos a rogar pragas kuando deichamos de lebantar os joelhos kuando o sol nos çorriu e pusemos os pés na autoestrada ke no lebou até ao Cerro do Covão da Costa.
1ª paragem pra esbaziar os fluídos e rekonfortar o orgão.
Estabam uns gajos da EDP ke nos biram e perguntaram çe noz íamos pra Barragem de Rossim e eles mui amábeis pegaram nas mákinas e avriram uma autêntica estrada em liña reta até à Barragem. Aki fika os noços agradessimentos ao Snr Joakim e ao restante peçoal. Mui Obrigado.
Xegando à Barragem pronto inglezas seminuas gaibotas em terra kentrinho e estabamos mesmo a ber ke ñ çaía dali.
Pra próchima ñ bai sexo feminino no grupo.
Kontinuando a kamiñada çó paramos pra rekonfortar o orgão no fim da Barragem mais presizamente na Ribeira do Corgo das Mós.
Komo tinhamos de çubir pelas trazeiras e a kamiñada estaba a çer mui soft à noça frente tinhamos a Fraga das Penhas e antão o dezafio já era + intereçante e lá fomos kontornar a represa e faser akela çubidinha entre a Ribeira Barroca Grande e a Ribeira das Penhas Douradas até enkontrarmos um trilho ke nos lebou em belossidade de kruseiro a paçar pelo Curral do Martins até à Nave da Mestra.
Enkontramos a fenda da entrada berifikamos ke fasia um L e toka a paçar çem provlemas.Prefiro a Calcedónia à luz das belas (gostaria de faser a nocturna, é o meu soño).
Desembokamos num espasso intereçante bisualisando uma kasa çuportando um penedo com um pátio, ke me fes lemvrar a Babilónia dos meus tempos idos.
Deskarregamos a bagajem fisemos o rekonhessimento do lokal fisemos a noça higiene montamos a tenda demos ao dente onde tibe a kritika ke a sovremeza debia tar + jeladiña e fomos pra nana ás 20.
Estábamos no çono rekonfortante kuando um gajo akorda-me xeio de korajem a diser ke estabam uns 10 a 12 gajos kom frontal na Ribeira da Porta a apañar uns gambosinos. Toka a lebantar estaba um Luar excepssional e contei sò/ 6. Lá foram à bidiña deles e noz a rekomessar e rekuperar o çono perdido.

E isto foi o 1ºdia agora kem kiser ke konte o 2º já ke os nerónios de memorisassão gastos pelo tempo fundiram
Participantes: Giraf@na,Castor, Avelã e Barba (Belhinho)
Dados GPS : VER
publicado por Vamos Ali às 08:30

Segue-nos no

subscrever feeds
pesquisar