27
Jun 11
Preparação para os Pirenéus (Parte 2/2)
Continua a descrição do Barba:

A pedido inçistente do prof ( mui kuska) bou kontinuar a relatar a epopeia do dia çeguinte:

 
Akordamos por bolta das 6,30 e kuando olharam pra mim fui albo de uma rizota tremenda por kauza do meu aspecto vastante anárkiko mas todo pra frentex.
komo debem kalkular amuei komo uma krianssa.
Os maxos foram berifikar se os gajos tinham apanhado os gamvosinos enkuanto as madames preparabam o café au lait.
Ñ bimos rigorozamente nada do ke os gajos andaram a faser.
Desmontamos tenda preparamos vagagem fizemos bistoria ao lokal e rumamos diretamente pra o Piornal ponto + auto da kaminada kom os seus 1755m.
Aí tibemos bistas favulozas pra a Fraga do Vale Mourisco e Espinhaço do Cão e a nossos pés ñ bizibeis o Ribeiro da Candieira.
A leste tinhamos a España ainda meio adormecida pela néboa instalada.
Tiramos as fotos ainda mui çorridentes e abanssamos pra a próchima etapa o Vale da Barca paçando pelo Azimbre e kontornando o Gorgolhão.
Apanhamos outra autoestrada ke nos lebaria ao Vale do Conde e a kamiño recevemos 1ma informassão do prof ke agora ía komessar a parte radikal.
Xegamos à repreza instalada no Vale do Conde onde restauramos as pekenas forssas ainda esistentes e preparamo-nos pra o pior.
Abanssamos xeios de resseios pé ante pé ckontornando o Cerro Rebolado pelo nasssente e desssemos por aí avaicho e kuando demos por ela estabamos noutra autoestrada. O pior já tinha paçado.
Ingatamos a belossidade de Kruseiro e fomos até à Barragem do Lagoacho kom aprobeitamento idroeletriko. Aki tibemos a bisita aos noços olhos Sabugueiro aos noços pés tão perto e ao mesmo tempo ainda tão lonje.
Berifikamos a H2O existente fisemos redistrivuissão retemperamos forssas e kaminhamos pra última etapa.
Atrabeçamos a Barragem çaltamos um obstákulo e entramos nobamente (kusta a diser) autoestrada (SOFT A DISER XEGA)
Xegamos ao desbio ke nos ia lebar à Ribeira do Covão do Urso.
Enkontramos as mariolas pra desssida porke estaba tudo desmatado o ke nos poçivilitou rápida desssida nos 1ºs 50 m.
Depois komessamos a racionar a água e tibemos de faser inúmeras paragens pra kompeçar e çe kalhar já kom miragens nos olhos  fis um mergulho espetakular (aprobeitei pra faser a mijiña da ordem) e aterrei num autentiko kolxão de espuma 5*****. experienssia intereçante ke kero repetir + xs.
Xegamos à Ribeira, outra bes autoestrada e aki xim tibemos a noça 1ª falha imperdoàbel (é o ke dá andar em belossidade de kruseiro). Biramos à eskerda talbez proke agora bamos gramar os da direita (o ke bale é à bez kada um) e paçamos a saída à direita.
Fisemos então uma manovra perigosa à retaguarda e apanhamos o noçe kerido trilho até Sabugueiro onde mergulhamos a tola numa H2O imprópria pra Konsumo, çem H2O nos Kantis.
E terminou esta epopeia toda SOFT rumando ao POOOOOOORTO ñ eskessendo da parajem obrigatória pra mia preta.
Desde já o mui obrigado a todos os participantes ( CASTOR, AVELÃ e GIRAFA) pela vossa colaboração e por aturarem as perrices e teimosias deste belhiño.
   
"A realidade e a fantasia muitas vezes se confundem"
 
Participantes: Giraf@na,Castor, Avelã e Barba (Belhinho)
Dados GPS : VER
e FOMOS ALI…
publicado por Vamos Ali às 09:00

Segue-nos no

subscrever feeds
pesquisar